Projecto Trama, o que é?

Presentacio

O “Projecto Trama – conhecimento e lazer associados à conservação do Património Cultural” pretende ser uma ferramenta para o desenvolvimento e rentabilização de conhecimentos técnicos, associando educação patrimonial e lazer.

O Projecto Trama é uma actividade empreendida pela Asociación Profesional de Conservadores Restauradores de España, ACRE , em colaboração com a Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal -ARP-.

Tem como objectivo a transferência de conhecimento produzido em intervenções de conservação e restauro, mediante a possível criação e realização de visitas técnicas e oficinas de educação patrimonial.

Ao mesmo tempo pretende conferir visibilidade à figura do conservador-restaurador como profissional que intervém no património cultural. As competências do conservador-restaurador são amplas e pouco conhecidas em termos socioprofissionais. O seu papel fundamental é a preservação do património cultural para as gerações presentes e futuras. Contribui também para a percepção, fruição e compreensão do património cultural inserido no respectivo contexto e das suas características físicas e valores associados. Desconhece-se assim que a profissão é capaz de: assegurar aconselhamento e assistência técnica no âmbito da preservação do património cultural; produzir investigação científica; desenvolver programas educativos e formativos; disseminar a informação obtida produzida no âmbito da intervenção e investigação; e promover uma compreensão e reflexão mais profunda sobre a conservação e restauro

Objetivo

O Objectivo do projecto é o fomento da actividade económica baseada na transferência de conhecimento por parte do conservador-restaurador – gerado no estudo e intervenções em bens culturais -, através do desenvolvimento de visitas técnicas e oficinas de educação patrimonial.

Elco van Staveren, Denkschets, CC BY-SA

Conceptualização

O projecto centra-se em dois eixos conceptuais. O formativo, associado ao desenvolvimento de conteúdos e um segundo relacionado com o desenvolvimento de ferramentas de comercialização e venda.

Formação

O Projecto Trama inicia-se com duas Jornadas presenciais, uma realizada em Espanha outra em Portugal. Estes cursos têm como objectivos conferir competências no âmbito da criação, desenvolvimento e posterior comercialização de conteúdos, relacionados com estudo e intervenções em Bens Culturais.

Durante a cada uma das jornadas será desenvolvido um exemplo de visita técnica e oficina de educação patrimonial que servirão como base formativa para propostas posteriores de comercialização.

O objectivo das Jornadas é fornecer uma matriz que configure um modelo replicável que possa servir aos conservadores-restauradores e, simultaneamente, estabelecer conexões com os profissionais do país vizinho.

Com a participação numa das jornadas, oferecemos a oportunidade de assistir gratuitamente, com despesas pagas, à jornada a realizar no país viznho, através de um concurso.

Comercialização

O património cultural é um dos principais recursos que possuem Portugal e Espanha. Potenciando a sua projecção exterior, partindo da qualidade e especialização das intervenções de conservação e restauro nele produzidas, serão beneficiadas as empresas e profissionais que desenvolvem a sua actividade profissional neste sector, obtendo uma oportunidade de criar novos produtos a partir deste recurso.

Comercializando o formato de visita técnica, difunde-se o conhecimento gerado na intervenção, fomenta-se o emprego uma vez terminada a intervenção, e descobre-se um bem com diferentes facetas.

Comercializando as oficinas de educação patrimonial, em contextos próximos dos bens restaurados, fomenta-se a criação de uma identidade vinculada ao património e um sentimento de pertença e responsabilidade relativamente ao mesmo.

A comercialização será realizada através de plataformas.

A Importância do Projecto

O Projecto Trama focaliza a sua importância no uso e aproveitamento da informação que se produz numa intervenção de conservação e restauro.

Convertendo-se em visita técnica, a transferência de conhecimento que se gera durante a conservação e restauro de um bem torna-se passível de ser criadora de emprego no futuro para os profissionais responsáveis pela mesma, para além da intervenção, exclusivamente. Igualmente, o conhecimento que o conservador-restaurador possui do contexto patrimonial, capacita-o a desenvolver e transmitir conteúdos no âmbito da educação patrimonial a públicos interessados.

O formato ibérico que enquadra o desenvolvimento do projecto pretende ser um exemplo de cooperação, onde se trocarão experiências e metodologias de trabalho relacionadas com a intervenção em Património Cultural.

Quem o Desenvolve

Articula-se mediante uma rede de cooperação entre Espanha e Portugal, envolvendo os membros das associações profissionais nacionais de conservadores-restauradores da Península Ibérica.

As associações em questão são a Associação de Conservadores-restauradores de Espanha (ACRE) e a Associação Profissional de Conservadores-restauradores de Portugal (ARP)

ACRE

Asociación Profesional de Conservadores Restauradores de España -ACRE- está inscrita no Registo Geral de Associações, desde 22 de Setembro de 2011, como associação sem fins lucrativos. Desde 14 de Maio de 2012 que é membro da European Confederation of Conservador-Restorers Organisations – E.C.C.O-, e desde 2016 que participa directamente no seu comité. A missão da ACRE é promover as intervenções no património através de profissionais altamente qualificados e dar a conhecer a figura do conservador-restaurador e regular a profissão.

ARP

Fundada em 1995, a Associação Profissional de Conservadores Restauradores de Portugal (ARP) tem como principais objectivos a defesa e promoção da classe profissional dos conservadores-restauradores em Portugal e na Europa, através da sua representação na European Confederation of Conservator-Restorers’ Organizations (ECCO), e a divulgação e salvaguarda do Património Cultural. Como membro da European Confederation of Conservator-Restorers Organizations (ECCO) desde 2001, o representante da ARP tem sido coordenador do grupo de trabalho “Education, Qualification and Practice” e ao longo dos últimos 3 anos tem feito um estudo sobre o ensino de Conservação-Restauro nos 14 países membros dessa confederação.

The tall bridge| James McNeill Whistler. Bibliothèque nationale de France, département Estampes et photographie, RESERVE FOL-EC-123 (4). Public Domain Mark 1.0